Buscar
  • Robson Pantolfi

1/5 - Top 10 Regras para o sucesso por Marcus Lemonis

Atualizado: 19 de Jul de 2019

Marcus Anthoni Lemonis (Beirute, 16 de novembro de 1973) é empresário, inventor, filantropo e personalidade de televisão americana de origem libanesa com uma fortuna avaliada em mais de 2 bilhões de dólares.


Ele é atualmente o presidente e CEO da Camping World e da Good Sam Enterprises, e a estrela da série O Sócio (The Profit), que é transmitida em vários países pelo canal History, sobre como salvar pequenas empresas ou de médio porte, geralmente com grande potencial de negócios mas que se encontram com algum problema.


Em uma matéria feita por Evan Carmichael, foram reunidas as Top 10 regras para o sucesso ditas por Marcus Lemons, que é uma grande referência em empreendedorismo.

Iremos ao longo de 5 artigos entender estas 10 regras e como elas se aplicam aos negócios em geral. Mais do que isso, vamos entender como você pode fazer acontecer cada uma delas.


Regra número 1 - Make a business plan

(Fazer um plano de negócios)


Este é sempre um grande desafio para o empresário. Pela perspectiva de Marcus Lemonis isso pode começar como um quadro branco, anotações em um caderno, onde tenha as suas idéias, seu público, como imagina a empresa funcionando, comentários de pessoas com quem você compartilha a idéia.


Tudo isso com o objetivo de te ajudar a amadurecer a idéia do negócio, identificar possíveis pontos fracos do seu negócio, entender o que falta de conhecimento técnico para a sua equipe. Ajuda a deixar claro os passos a serem seguidos para fazer a empresa acontecer.


De forma mais ampla este plano precisa ter informações como:

- Estes são meus produtos e/ou serviços

- É assim que vou atacar o mercado

- É assim que vou superar a concorrência

- É assim que vou aprender com os meus concorrentes

- É assim que vou aprender com meus clientes

- Esses são os modelos de habilidades e pessoas que preciso me cercar.


Regra número 2 - Have Enough working capital

(Ter capital de giro o suficiente)


Durante o funcionamento da empresa, existem custos que precisam ser mantidos até que a empresa tenha condições de pagar suas próprias contas. A reserva financeira utilizada como capital de giro é justamente para você pagar esses custos, manter salários, pagar fornecedores, investir em publicidade e o que mais o seu modelo de negócio precisar para funcionar. Projetar pelo menos 1 ano de despesas é um ótimo exercício.


Segundo Marcus Lemonis muitas empresas com ótimas idéias começam negócios sem o dinheiro suficiente, achando que vão gerar dinheiro em 6 meses sem ter um plano B, um fundo de empréstimos ou qualquer outra reserva. Mesmo a idéia do negócio sendo ótima, muitas dessas empresas se fecham.


Conclusões:

Estas 2 primeiras regras dessa lista tão preciosa estão muito ligadas.

Fazer um bom plano de negócios vai ajudar o empreendedor a saber o quanto de capital de giro ele realmente vai precisar por um período específico e a ser mais assertivo durante o trabalho de construção da empresa.


Essa é uma grande orientação também feita pelo Sebrae, porém muitos empresários mesmo fazendo cursos, não priorizam montar esse plano de negócio, ou desconhecem como diagnosticar suas necessidades reais.


Reflita, construa e até breve.

224 visualizações

© Direitos de imagem reservados a Adaptma